Quinta-feira, 2 de Abril de 2009

Está na hora do governo só-cretino se ir embora!

Nota: Não resisti a copiar o texto do Blog "We Have Kaos In The Garden". Temos que desmascarar o chefe do Capitalismo, primeiro-ministro José Sócrates. Chega de mentiras, vigarices e roubalheiras!

 

«É corrupto». É desta forma que Charles Smith fala de José Sócrates no DVD que é fundamental para a investigação do processo Freeport em Inglaterra. A TVI revelou, no Jornal Nacional desta sexta-feira, o som de uma conversa de 20 minutos em que é mencionado o nome do primeiro-ministro.
Veja aqui o vídeo
A reunião juntou três pessoas: Charles Smith, já arguido em Portugal, João Cabral, ex-funcionário da Smith e Pedro, e Alan Perkins, administrador do Freeport, que sem conhecimento dos outros intervenientes no encontro, fez a gravação.

A conversa que incrimina Sócrates

Alan Perkins: O que desencadeou a acção da polícia? A queixa era sobre corrupção...
Charles Smith: O primeiro-ministro, o ministro do Ambiente é corrupto.
Alan Perkins: Quando tudo estava a ser construído qual era a posição dele?
Charles Smith: Este tipo, Sócrates, no final de Fevereiro, Março de 2002, estava no Governo. Era ministro do Ambiente. Ele é o tipo que aprovou este projecto. Ele aprovou na última semana do mandato, dos quatro anos. Em primeiro lugar, foi suspeito que ele o tenha aprovado no último dia do cargo... E não foi por dinheiro na altura, entende?Isto foi mesmo ser estúpido...
Alan Perkins:Quando foram feitos os pagamentos? Como estava em posição de receber pagamentos se aprovou o projecto no último dia do cargo?
Charles Smith: Foram feitos depois. Ele pediu dinheiro a dada altura, mas não...
Charles Smith: João, foi aprovado e os pagamentos foram posteriormente?
João Cabral: Certamente... Houve um acordo em Janeiro. Eles tinham um acordo com o homem do Sócrates, penso que é em Janeiro.
Charles Smith: Sean (Collidge) reuniu-se com o tipo. Sean reuniu-se com funcionários dele, percebe? Sean e Gary (Russel) reuniram-se com eles.
Alan Perkins: Houve um acordo para pagar?
Charles Smith: Para pagar uma contribuição para o partido deles…..
Charles Smith: Nós fomos o correio. Apenas recebemos o dinheiro deles. Demos o dinheiro a um primo... a um homem...
Alan Perkins: Mas como o Freeport vos fez chegar esse dinheiro?
Charles Smith: Passou pelas nossas contas
Alan Perkins: Facturaram ao Freeport, ok?
Charles Smith: Ao abrigo deste contrato. Era originalmente para ser 500 mil aqui, desacelerámos, parámos a este nível, certo? Isso foi discutido na reunião, lembra-se? Ele disse: «Nós não queremos pagar». Se ler esse contrato, diz aí que recebemos três tranches de 50, 50, 50... Gary disse: «Enviamos o dinheiro para a conta da vossa empresa»….
Alan Perkins: Facturaram profissionalmente...
Charles Smith: Sim!
Alan Perkins: Entrou na vossa conta...
Charles Smith: Entrou e saiu logo a seguir.
Alan Perkins: Como sacou o dinheiro?
Charles Smith: Em numerário. Foi tudo transacção em numerário durante dois anos... Tem de compreender, não sou assim tão estúpido. Posso ter sido estúpido para fazer isto, mas fui esperto o suficiente para em pequenas quantias de 3 mil, 4 mil euros. É por isso que demorou dois anos a pagar isso!
Alan Perkins: Era do género pequenos envelopes castanhos por baixo da mesa.
Charles Smith: Por baixo da mesa, exactamente.
Alan Perkins: A quem? Imagino que o ministro...
Charles Smith: Ele tinha agentes. Ele, o próprio, não está envolvido
João Cabral: Um primo
Alan Perkins: Ele tem um primo?
Charles Smith: Sim …
Alan Perkins: Você só tinha de se encontrar com ele num sítio qualquer e...
Charles Smith: Pois. Mas Gary e Sean encontraram-se inicialmente com eles num hotel de Lisboa e discutiram o assunto. Eles queriam um milhão.
Alan Perkins: Um milhão!
Charles Smith: Compreendo que a Freeport se queira distanciar...
Alan Perkins: 150 mil passaram pela vossa conta... você pagou isso?
Charles Smith: Sim!
Alan Perkins: E agora ficou com a conta dos impostos.
Charles Smith: Exactamente….
Alan Perkins: Pois. E foi este tipo, o Sócrates, não foi?
Charles Smith: Eh... não, não foi... Ele não esteve pessoalmente envolvido nisso. Inicialmente esteve, mas...
Alan Perkins: É ele o ministro?
Charles Smith: Ele agora é o primeiro-ministro!
Alan Perkins: Ele agora é o primeiro-ministro. Portanto, ele recebeu o dinheiro, mas recebeu-o através do primo, ou...
Charles Smith: Sim, sim!...
Alan Perkins: Esses pagamentos foram feitos quando?
Charles Smith: Foi em... deixei-me ver a tabela. João foi em Março de 2002?
João Cabral Foi aprovado.
Alan Perkins: Então, quando foram efectuados os pagamentos?
Charles Smith: Em 2002, 2003…
Alan Perkins: Por que foi necessário pagar se o tipo já estava fora do cargo? Foi só por ter havido um acordo...
Charles Smith: É. Tinha havido um acordo.
Alan Perkins: Mas a aprovação do projecto foi quando ele estava no poder.
João Cabral Sim.
Alan Perkins: Como ministro do Ambiente deu aprovação. Havia um acordo sobre o pagamento e os pagamentos foram depois, embora ele já não estivesse no Governo.
João Cabral: Certo…
Alan Perkins: Esses pagamentos foram honrados, não foram?
João Cabral: O Sócrates tinha grandes ligações. É por isso que a gente tem medo de não pagar... É melhor continuar a pagar.
Charles Smith: O que aconteceu foi na fase em que ele disse: «Eu consigo que vos aprovem isto».
Alan Perkins: Sim...
Charles Smith: «Falem com o meu primo». Então eu e o Sean reunimo-nos com o primo e o primo disse: «Vamos conseguir essa aprovação».

Sem necessidade de mais comentários.

publicado por Rojo às 00:13
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Zé da Burra o Alentejano a 2 de Abril de 2009 às 11:21
Não tem nada que ver com Freeport ou até poderá ter (?) mas em Portugal nunca se fará justiça quando figuras de relevo estejam a ser acusadas de qualquer crime, porque por cá «A LEGALIDADE PREVALECE SOBRE A VERDADE».
Ninguém pode acusar quem quer que seja de um crime se não tiver provas (até aqui tudo bem!). Mas AS PROVAS DE NADA VALEM SE NÃO TIVEREM SIDO OBTIDAS COM ORDEM PRÉVIA DE UM JUIZ sob pena de não serem válidas e nesse caso a o repórter, o investigador ou até a vítima poderão ser acusadas de difamação.
Dizendo de outro modo: podem existir fotos, gravações de vídeo, filmagens, escutas telefónicas, tudo o que se possa imaginar, mas de nada valer simplesmente porque são "ILEGAIS".

Eis porque até agora nunca houve condenações de altas figuras nem nunca haverá (da política ou não). Começam aparecem por vezes acusações anónimas e ainda há quem desafie, por maldade ou idiotice, os autores dessas acusações a "darem a cara" e isso não acontece porque SIMPLESMENTE, NÃO PODEM!
De Mugabe a 2 de Abril de 2009 às 21:18
Camarada Luis,.....temos que acabar com o neoliberalismo e com a consequente corrupção em massa que lhe é subjacente.

Agora meu caro Luis,.....em relação ao Kaos de quem transcreve um post,...eu não alinho com anarquistas e sabe porquê ? porque durante o PREC de que fui um activista nas barreiras aos contra-revolucionários e bombistas,...portanto, coisa muito séria e perigosa....estavam connosco alguns anarquistas que o objectivo deles era atrapalhar as nossas acções e até ajudar os contra-revolucionários fascistas. Portanto meu car, não me falem em anarquistas,...são todos uns perigosos inconsequentes, de manhã estão connosco á tarde estão com a reacção....não confio nem um bocadinho neles. Para não falar da sua filosofia política completamente desmiolada que só favorece o fascismo e a contra revolução.

Abraço!!
De Rojo a 3 de Abril de 2009 às 00:15
Camarada Mugabe,

Não duvido do que dizes. Mas neste caso apenas transcrevi um texto do tal Blog do Kaos. E menciono esse Blog, porque o texto é da sua autoria e por esse facto merece crédito.

Desconheço que o autor do dito Blog seja anarquista. Mesmo que assim seja, não deixo de concordar com o texto.

Não é por concordar com este texto que estou a concordar com tudo o que o autor do dito Blog diz.

Até porque este é um texto completamente baseado em factos.

Um abraço,
Luís Rocha
De Mugabe a 3 de Abril de 2009 às 02:28
Camarada Luis,...eu sei, eu sei...que foi apenas uma transcrição, mas quis da minha parte contar uma experiência minha muito complicada com anarquistas num momento de grande tensão e reafirmar que esse tal Kaos é um auto intitulado "libertário",....um inconsequente que inclusivamente ataca o PCP despudoradamente no seu blog.

Abraço!
De Rojo a 3 de Abril de 2009 às 13:01
Camarada Mugabe... é crurioso que digas isso. Porque eu por acaso li um texto dele em que ele se diz indeciso em escolher se vai votar pelo PCP ou pelo Bloco de Esquerda nas próximas eleições.

O que é muito curioso, porque eu sei que os anarquistas normalmente nem sequer votam. E se ele diz mal do PCP é curioso que ele sequer ponha a hipótese de votar em nós.

Não estou a duvidar do que tu dizes, eu só leio aquele Blog muito raramente. Mas por acaso nunca tive essa impressão de ele ser anti-PCP. A impressão que sempre tive naquele Blog era que ele se dedicava a 99%, a criticar o Sócrates-PS-PSD-CDS (o Sócrates e companhia).

Abraço.
De Mugabe a 3 de Abril de 2009 às 15:05
Compreendo Luis,....mas acredita que conheço de gingeira esses tais de "libertários" e em relação a este idiota Kaos, inclusivamente ele fazia parte dum blog "Cheira-me a Revolução" donde foi expulso exactamente por postar as suas arengas onde dizia mal de tudo e todos e malhava forte e feio no PCP dizendo que o Partido também fazia parte do regime de representação,...mais não sei o quê...enfim aquele tipo de imbecilidades que lhes é próprio. No blog dele já o vi dizer que está indeciso e não sabe em quem vai votar...e depois fala no PCP e no BE....ora porra, este gajo é confiável ????

Grande abraço!!
De Mugabe a 3 de Abril de 2009 às 15:10
AH....só para completar a informação,...tudo tirado do blog do imbecil Kaos.....o gajo também diz que os chineses são uns mauzões, porque querem fazer mal ao fascista do Dalai Lama...e que o Chavez é um ditador que oprime o povo...e que ditadores são ditadores seja de direita seja de esquerda......estás a ver o filme não estás ???? ahahahahahah acredita este gajo é um bandido muito bem disfarçado !

Abraço!
De Rojo a 3 de Abril de 2009 às 15:28
Ora bem, com essas posições todas desconexas, o gajo ao menos faz rir um bocado a malta. Com essa ignorância toda até dá pena.

Tou a ver o filme, obrigado camarada Mugabe.

Abraço.

Comentar post

Informação Alternativa



Subscrever feeds

Sigam-nos no Facebook

Objectivos do Blogue

1) Apoiar a Revolução Venezuelana
2) Promover o carácter socialista da revolução
3) Combater a desinformação dos meios de comunicação capitalistas

Comentários recentes

A campanha Tirem As Mãos Da Venezuela voltou a est...
nice very thanks ver isto é bastant mt bom.. esse ...
A propósito da Venezuela, tivemos de fazer um tack...
É uma vergonha...Em Évora existe um call-center qu...
Este novo look é um espetáculo!
Olá, estou a estudar Português e eu aconteceram em...
É assim dessa forma enérgica e sem papas na língua...

Pesquisar neste blog

 

Temas

todas as tags

Ligações

participar

participe neste blog

Venezuela:

Área Total - 916.445 km²
(quase 10 vezes a área de Portugal)

População - cerca de 28 milhões
(quase 3 vezes Portugal)

PIB per capita -11.388 dólares (2008)
(em Portugal é de 22000 dólares)

Inflação: 25,1% (acumulada 2009)

Taxa de Desemprego:
6,6% (acumulado 2009)
7,5% (Nov2009)
8,1% (Out2009)
8,4% (Set2009)
8% (Ago2009)
8,5% (Jul2009)


Salário Mínimo:
1200 bolívares (206 / 461 euros) - (Jan2010)
967,50 Bolívares (313 Euros) - (Dez2009)


Índice de Pobreza: 24% (55% em 2003)
Índice de Pobreza Extrema: 7% (25% em 2003)


Mortalidade Infantil: 13,7 por cada 1.000 nascimentos (em 1998 era 26)

Esperança média de vida - 74 anos (72 em 1998)