Terça-feira, 5 de Maio de 2009

Asilo dado a venezuelano viola tratados internacionais

O dirigente do Partido Socialista Unificado de Venezuela Gian Carlo Dei Martino disse nesta terça-feira (28) que o asilo político outorgado pelo Peru ao venezuelano Manuel Rosales viola os tratados internacionais entre ambos os países.

Em declarações ao programa A Venezuela Acordou, da Rede Venezuelana de Televisão, o ex-prefeito de Maracaibo manifestou que essa "decisão nefasta" das autoridades peruanas atinge também o princípio fundamental da reciprocidade.

Um princípio, disse, que não só sustenta as relações econômicas, políticas, sociais, culturais, artísticas, assim como as ações tomadas pela Venezuela a favor do Peru, quando esse país necessitou delas em algum momento.

Tomou como exemplo a prisão na Venezuela do fugitivo da justiça peruana Vladimiro Montesinos (chefe do Serviço de Inteligência Nacional do governo de Alberto Fujimori), que escondeu-se neste país e uma vez capturado no ano de 2001 foi entregue ao Peru em um gesto de solidariedade.

Dei Martino explicou que Rosales está sendo julgado na Venezuela por delitos de corrupção, crime que não é tratado por nenhum tipo de lei nas relações e tratados internacionais, bem como dos princípios que regem a reciprocidade internacional.

"A corrupção é um delito condenado por toda a comunidade mundial, não há nenhum tipo de acordo internacional que permita asilo para pessoas que tenham atentado contra o patrimônio público", disse.

O advogado assinalou que o asilo político pode ser dado às pessoas que tenham cometido delitos comuns, mas que esses delitos tenham conexões claras com motivos políticos.

Rosales, sublinhou, não reúne nenhuma destas condições, é um corrupto, e evidentemente o caminho a percorrer é obter uma sentença definitivamente firme da chancelaria e o Ministério de Relações Interiores e Justiça da Venezuela para começar a solicitar sua extradição.

O governo venezuelano ordenou ontem, mediante comunicado do Ministério de Relações Exteriores, o retorno a Caracas de seu embaixador em Lima, Peru, e também a suspensãos dos trâmites de traslado do embaixador recentemente designado perante esse governo.
 

Fonte: Diário Vermelho

publicado por Rojo às 10:54
link do post | comentar | favorito
|

Informação Alternativa



Subscrever feeds

Sigam-nos no Facebook

Objectivos do Blogue

1) Apoiar a Revolução Venezuelana
2) Promover o carácter socialista da revolução
3) Combater a desinformação dos meios de comunicação capitalistas

Comentários recentes

A campanha Tirem As Mãos Da Venezuela voltou a est...
nice very thanks ver isto é bastant mt bom.. esse ...
A propósito da Venezuela, tivemos de fazer um tack...
É uma vergonha...Em Évora existe um call-center qu...
Este novo look é um espetáculo!
Olá, estou a estudar Português e eu aconteceram em...
É assim dessa forma enérgica e sem papas na língua...

Pesquisar neste blog

 

Temas

todas as tags

Ligações

participar

participe neste blog

Venezuela:

Área Total - 916.445 km²
(quase 10 vezes a área de Portugal)

População - cerca de 28 milhões
(quase 3 vezes Portugal)

PIB per capita -11.388 dólares (2008)
(em Portugal é de 22000 dólares)

Inflação: 25,1% (acumulada 2009)

Taxa de Desemprego:
6,6% (acumulado 2009)
7,5% (Nov2009)
8,1% (Out2009)
8,4% (Set2009)
8% (Ago2009)
8,5% (Jul2009)


Salário Mínimo:
1200 bolívares (206 / 461 euros) - (Jan2010)
967,50 Bolívares (313 Euros) - (Dez2009)


Índice de Pobreza: 24% (55% em 2003)
Índice de Pobreza Extrema: 7% (25% em 2003)


Mortalidade Infantil: 13,7 por cada 1.000 nascimentos (em 1998 era 26)

Esperança média de vida - 74 anos (72 em 1998)