Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

7 anos de Aporrea! Viva a Comunicação Popular! Viva Aporrea!

Gonzalo Gómez: "Nos media privados prevalece a manipulação política à custa da (falta de) expressão popular"

 

Caracas, 14 de Maio de 2009 (ABN) - “Ainda que os meios de comunicação privados açambarquem a maior parte do espaço radioeléctrico, historicamente têm privado ao povo venezuelano de sua própria voz e expressão popular. Quem ali aparece geralmente fá-lo com fins pessoais e para exercer a manipulação política”, sustentou Gonzalo Gómez, co-fundador da pagina web Aporrea.

 



Durante sua participação no programa Acordou Venezuela, que transmite Venezuelana de Televisão (VTV), Gómez citou como exemplo o caso Globovisión, "um meio de comunicação que passou de ser uma emprea televisiva a um instrumento plenamente político".

“Os donos deste canal são banqueiros, estão vinculados aos consórcios industriais e têm conexão directa com os interesses das grandes multinacionais”, denunciou Gómez.

Comentou que a Globovisión é um exemplo do poder que tem a classe dominante e capitalista na Venezuela, já que tem sido a vanguarda e a promotora de golpes de Estado e é a encarregada de ditar as conspirações e estratégias das "guarimbas" políticas (motins de rua promovidos pela extrema-direita venezuelana).

“Exercem uma libertinagem verbal e aproveitam-se do povo com chantagens internacionais. Quando se sentem atacados armam um alvoroço e pretendem fazer ver a situação como uma ameaça à liberdade de expressão, ainda que são eles os primeiros co-actores de violações a este direito”, explicou.

Finalmente, indicou que a solução radica na construção de um novo sistema de comunicações público, em mãos das comunidades, das organizações sociais e do poder popular em general.

 

Nota: O Video seguinte mostra a escandalosa incitação ao ódio, violência, fanatismo e até assassinato feita pelos Meios de Comunicação Privados venezuelanos, nomeadamente a Globovisión. Entre estes crimes de incitamento à violência destaca-se o incitamento ao assassinato do próprio presidente Chávez e dos seus apoiantes nas organizaçãos populares. Existem provas suficientes para punir estes criminosos é tempo de nacionalizar a Globovisión e os restantes Media Privados!

 

O artigo 13 da convenção americana dos direitos humanos diz que "estará proibida pela lei toda propaganda em favor da guerra e toda apologia do ódio nacional, racial ou religioso que constituam incitações à violência ou a qualquer outra acção ilegal similar contra qualquer pessoa ou grupo de pessoas, (que não é justificável) por nenhum motivo, inclusivé os de raça, cor, religião, idioma ou origen nacional".

 

Fonte: Aporrea

Nota: O Combate a estas Campanhas Mediáticas Fascistas tem sido feito também na internet  com o corajoso e valioso trabalho dos camaradas revolucionários do Portal Aporrea (sigla de Assembleia Popular Revolucionária), um dos melhos Meios de Comunicação Comunitários e Alternativos da Venezuela, um produto da luta, da expressão e da cultura popular, uma referência para a esquerda revolucionária venezuelana e mundial, um veículo de propagação das ideias marxistas e da solidariedade no comabte da classe operária, da classe camonesa, dos indígenas, dos pobres, dos estudantes e do povo trabalhador em geral. Nos 7 anos de Aporrea (feitos a 14 de Maio de 2009), desde o Colectivo "Tirem as Mãos da Venezuela" enviamos a nossa homenagem e um abraço fraterno aos camaradas revolucionários que continuam Aporreando! Pela Democracia de Base! Todo o poder aos trabalhadores e ao povo!

 

 

Segue-se um relato das comemorações dos camaradas de Aporrea.

 

15 de Maio de 2009 - O evento de ontem, 14 de Maio de 2009, de celebração do nuestro Sétimo Aniversario foi un rotundo éxito.

 

Estamos enormemente agradecidos pela assistência em massa deste povo revolucionário a compartilhar comnosco mais um ano de vida de Aporrea.org. Lamentavelmente, a sala escolhida foi pequena para a assistência, pelo que houve pessoas que não puderam entrar no recinto. A todos eles, as nossas mais sinceras e sentidas desculpas, mas lhes agradecendo a demonstração de afecto e confiança no labor que no dia a dia levamos em benefício do Processo Revolucionário e do povo venezuelano. Encheu-nos de emoção ver como não paravam de chegar pessoas para assistir ao acto público de celebração. A todos eles, especiais agradecimientos... Tomaremos esta experiência em conta para os próximos eventos, onde tentaremos encontrar espaços mais amplos para que não fique ninguém de fora, como deve ser...

 

Os nossos agradecimentos às personalidades: o professor Vladimir Acosta; o Vice-Ministro da Cultura, Ivan Padilla; a Directora de Meios Comunitários do MINCI, Ana Viloria; o Presidente do Centro Internacional Miranda, Luís Bonilla; entre tantos outros que assistiram e nos brindaram algumas palavras. Agradecemos a Mário Silva, que começou com a sua coluna "La Hojilla", em Aporrea, pela sua presença no acto e a sua constante menção à página na televisão. Agradecemos ao Teatro Teresa Carreño. Agradecemos a todas as equipas de reporters que assistiram a cobrir o desenvolvimento do evento.

 

Agradecemos aos Colectivos de Campeses e Operários, aos dirigentes Populares. Agradecemos a ASOVIC (Vítimas do Golpe Fascista de 11 de Abril) e a ASVICFACY (Vítimas e Familiares do Caso Yumare). Agradecemos à Frente Nacional de Advogados Bolivarianos, na sua luta jurídica contra o terrorismo mediático capitalista. Agradecemos às correntes de trabalhadores de "Maré Socialista", à direcção dos operários do sector da indústria automotriz (atacado pelo "sicariato" [assassinatos por encomenda]), à CTR, à Frente Camponesa Ezequiel Zamora, aos delegados de prevenção, aos camaradas activistas da solidariedade com os nossos indígenas Yukpas...

 

 

 

Agradecemos aos Meios de Comunicação Alternativos que nos acompanharam no nosso ínicio e que nos apoiam na actualidade: Radio Alí Primera de El Valle, "Voces Libertarias" e à Escola de Formação de Comunicadores Populares, à Radio Negro Primero e a outras emissoras de ANMCLA (Rede de Media Comunitários), a Catia TV... Agradecemos à "Venezuela en Videos", a L. Bracci, hoje na Radio YVKE Mundial, às rádios e televisões estatais que nos têm ajudado a promover o nosso Sitio Web.

 

Agradecemos aos Cantautores que nos brindaram um espaço do seu tempo para entretenernos (Alejandrina, Charango, Jesús Mijares, el poeta Oscar Rodríguez). Agradecemos a Tano pelos seus desenhos para o aniversário de Aporrea. Agradecemos a Lloviznando Cantos e agradecemos aos rapazes de Dame Pa' Matala, que fizeram um enorme esforço para assistir e compartilhar as suas canções com todos os assistentes. Agradecemos aos inumeráveis utilizadores, colaboradores e comentadores que não chegamos a mencionar mas que sempre temos presentes e são quem dá essa dinâmica e carácter político especial a Aporrea.org, através das suas críticas, reconhecimentos, ideias e opiniões próprias. E novamente agradecemoss ao povo revolucionário. São 7 anos de constante agradecimento aos que crêem, apoiam, promovem e defendem o projecto Aporrea.org!

 

Fonte: Aporrea

 

Notícias relacionadas:

Aporrea agradece a sua solidariedade ao Ministro Eduardo Samán e reconhece o seu labor revolucionário

publicado por Rojo às 16:14
link do post | comentar | favorito
|

Informação Alternativa



Subscrever feeds

Sigam-nos no Facebook

Objectivos do Blogue

1) Apoiar a Revolução Venezuelana
2) Promover o carácter socialista da revolução
3) Combater a desinformação dos meios de comunicação capitalistas

Comentários recentes

A campanha Tirem As Mãos Da Venezuela voltou a est...
nice very thanks ver isto é bastant mt bom.. esse ...
A propósito da Venezuela, tivemos de fazer um tack...
É uma vergonha...Em Évora existe um call-center qu...
Este novo look é um espetáculo!
Olá, estou a estudar Português e eu aconteceram em...
É assim dessa forma enérgica e sem papas na língua...

Pesquisar neste blog

 

Temas

todas as tags

Ligações

participar

participe neste blog

Venezuela:

Área Total - 916.445 km²
(quase 10 vezes a área de Portugal)

População - cerca de 28 milhões
(quase 3 vezes Portugal)

PIB per capita -11.388 dólares (2008)
(em Portugal é de 22000 dólares)

Inflação: 25,1% (acumulada 2009)

Taxa de Desemprego:
6,6% (acumulado 2009)
7,5% (Nov2009)
8,1% (Out2009)
8,4% (Set2009)
8% (Ago2009)
8,5% (Jul2009)


Salário Mínimo:
1200 bolívares (206 / 461 euros) - (Jan2010)
967,50 Bolívares (313 Euros) - (Dez2009)


Índice de Pobreza: 24% (55% em 2003)
Índice de Pobreza Extrema: 7% (25% em 2003)


Mortalidade Infantil: 13,7 por cada 1.000 nascimentos (em 1998 era 26)

Esperança média de vida - 74 anos (72 em 1998)