Quarta-feira, 20 de Maio de 2009

Comunicado do Presidente Chávez após o falecimento de Mario Benedetti

18 de Maio 2009 - O Governo Bolivariano da Venezuela, une-se à dor que embarga hoje o mundo inteiro, ante o desaparecimento físico do nosso compatriota, poeta, camarada e amigo Mario Benedetti.

Nesta hora de tristeza, queremos expressar a nossa mais profunda palavra de solidariedade ao irmão Povo uruguaio e ao mundo, pela sensível partida do escritor e poeta que foi em vida um homem comprometido com a causa da humanidade. A sua escrita, as suas ideias, o seu mérito como militante da palavra ficarão impressos para sempre na memória do nosso Povo Sul-Americano.

Os homens não se trascendem mais que pelas suas obras e pelo bem que deixam à sua terra, neste sentido, são infinitas as lições do colega Benedetti. Aprendemos com ele - entre muitas outras coisas - a não deixar cair as pálpebras, pesadas como julgamentos, uma frase que sintetiza a sua acção. Pois viveu sempre vigilante do que o rodeava e profundamente comprometido com a realidade de todos os Povos de Nossa América.
Com palavras proféticas, disse infortúnios e medos, assinalou o terrível, mas também defendeu em diversas ocasiões as alegrias e esperanças dos seus, respondendo a essa aguda consciência que foi retratada na sua obra com fino entendimento da realidade do homem e da mulher comuns, de nossos Povos, é esse o legado que trascende e ao mesmo tempo, o consolo que nos deixa.

Alí Primeira, outro cantor do Povo disse-o com certeza: os que morrem pela vida não se podem chamar mortos, por isso, não dizemos adeus, só até sempre a um colega, camarada e amigo do mundo inteiro, que alçou sua palavra como arma de combate, e converteu seus versos em cantos à vida e à esperança. Dessa maneira será recordado no futuro.

Envio para a sua família, para os seus amigos e entes queridos, toda a nossa solidariedade junto ao sentimento fraterno de quem sempre levará em seu coração a um ser tão amado como o camarada Mario Benedetti, a quem honraremos lendo-o com paixão revolucionária e deixando-lhe saber ao mundo que o Sul também existe.

Agora mais que nunca, Mestre, a nossa missão é e será Defender a Alegria: defendê-la do espanto e dos pesadelos / dos neutrais e dos neutrões / das doces infamias / e dos graves diagnósticos.

Nem um só minuto de silêncio por Benedetti! Todos os milhões de aplausos e cantos em honra a seu exemplo e obra!

Hugo Chávez Frias

 

Fonte: Aporrea

 

Outras noticias:

Sepultaram Mario Benedetti entre o choro de milhares de uruguaios

Milhares de uruguaios dão um último adeus a Benedetti

Temas:
publicado por Rojo às 19:30
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Escualido a 22 de Maio de 2009 às 20:10
Les deseo suerte con la mision imposible de defender a um Dictadocito peorro y Militar mediocre en las Europas.

Ni que se lo pinten de rosado pueden ya engañar a los Europeos, ni siquiera a Socrates que ya le agaro el truco, le saca los reales y mas nada..!

Suerte de todas formas.
De Rojo a 23 de Maio de 2009 às 00:05
En Europa los ciudadanos tenemos de respectar el Estado, el presidente de la república, pagar nuestros impostos, las politicas de apoyo a los más pobres, etc, pero todavía los escuálidos venezolanos no lo entienden: eso se llama democracia y Estado de Derecho.

Gracias por su visita de todas formas.

Comentar post

Informação Alternativa



Subscrever feeds

Sigam-nos no Facebook

Objectivos do Blogue

1) Apoiar a Revolução Venezuelana
2) Promover o carácter socialista da revolução
3) Combater a desinformação dos meios de comunicação capitalistas

Comentários recentes

A campanha Tirem As Mãos Da Venezuela voltou a est...
nice very thanks ver isto é bastant mt bom.. esse ...
A propósito da Venezuela, tivemos de fazer um tack...
É uma vergonha...Em Évora existe um call-center qu...
Este novo look é um espetáculo!
Olá, estou a estudar Português e eu aconteceram em...
É assim dessa forma enérgica e sem papas na língua...

Pesquisar neste blog

 

Temas

todas as tags

Ligações

participar

participe neste blog

Venezuela:

Área Total - 916.445 km²
(quase 10 vezes a área de Portugal)

População - cerca de 28 milhões
(quase 3 vezes Portugal)

PIB per capita -11.388 dólares (2008)
(em Portugal é de 22000 dólares)

Inflação: 25,1% (acumulada 2009)

Taxa de Desemprego:
6,6% (acumulado 2009)
7,5% (Nov2009)
8,1% (Out2009)
8,4% (Set2009)
8% (Ago2009)
8,5% (Jul2009)


Salário Mínimo:
1200 bolívares (206 / 461 euros) - (Jan2010)
967,50 Bolívares (313 Euros) - (Dez2009)


Índice de Pobreza: 24% (55% em 2003)
Índice de Pobreza Extrema: 7% (25% em 2003)


Mortalidade Infantil: 13,7 por cada 1.000 nascimentos (em 1998 era 26)

Esperança média de vida - 74 anos (72 em 1998)