Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

Uma multidão saudou o Presidente Chávez e o Presidente Correa em Quito, Equador

24 de Maio de 2009
Correa: Negar integração continental é ''cegueira histórica''

Os grupos que governaram a América Latina no passado e foram derrotados pelo voto ''simplesmente sofrem de cegueira histórica'' quando negam a importância da integração do continente. A opinião é do presidente do Equador, Rafael Correa, em coletiva de imprensa concedida em Caracas, onde manteve conversações com o presidente Hugo Chávez.

''Temos um passado comum e é inevitável nosso destino comum. Nós, líderes latino-americanos, na grande maioria lutamos por esta integração latino-americana'', disse Correa.

''Certas elites e grupos de poder na América Latina tratam de menosprezar a integração dos governos, a unidade latino-americana, de menosprezar a herança histórica de nossos libertadores, entre eles nosso imenso Simón Bolívar. Mas creio que vão fracassar'', previu o presidente equatoriano.

''Nossos povos não são tolos. Vivemos da herança da verdade destes grandes homens que destilam seu pensamento. E agora que há governos populistas, nosso compromisso é maior: resgatar os ideais de nossos libertadores e sua inspiração de criar a Pátria Grande'', prosseguiu Correa, empregando em sentido positivo o termo ''populista'', que os conservadores empregam para demonizar os governos progressistas no continente.

Ao lado de Correa na coletiva, Chávez reforçou sua opinião. ''Eu sou dos que acreditam, presidente, companheiros, que com as idéias de Bolívar, de Sucre, de Alfaro, podemos perfeitamente criar sólidas bases para o socialismo no século 21'', afirmou.

Correa defendeu a criação de um sistema financeiro próprio baseado nos interesses regionais. E conclamou ao enfrentamento e derrota do poder midiático, com a criação de veículos públicos alternativos mas também com leis mais rigorosas. O Equador está processando uma auditoria das concessões de rádio e TV, hoje em mãos de grupos oligárquicos conservadores, fortemente ligados ao capital financeiro.

Com informações da Agência Bolivariana de Notícias (http://www.abn.info.ve)

Fonte: Aporrea

publicado por Rojo às 10:26
link do post | comentar | favorito
|

Informação Alternativa



Subscrever feeds

Sigam-nos no Facebook

Objectivos do Blogue

1) Apoiar a Revolução Venezuelana
2) Promover o carácter socialista da revolução
3) Combater a desinformação dos meios de comunicação capitalistas

Comentários recentes

A campanha Tirem As Mãos Da Venezuela voltou a est...
nice very thanks ver isto é bastant mt bom.. esse ...
A propósito da Venezuela, tivemos de fazer um tack...
É uma vergonha...Em Évora existe um call-center qu...
Este novo look é um espetáculo!
Olá, estou a estudar Português e eu aconteceram em...
É assim dessa forma enérgica e sem papas na língua...

Pesquisar neste blog

 

Temas

todas as tags

Ligações

participar

participe neste blog

Venezuela:

Área Total - 916.445 km²
(quase 10 vezes a área de Portugal)

População - cerca de 28 milhões
(quase 3 vezes Portugal)

PIB per capita -11.388 dólares (2008)
(em Portugal é de 22000 dólares)

Inflação: 25,1% (acumulada 2009)

Taxa de Desemprego:
6,6% (acumulado 2009)
7,5% (Nov2009)
8,1% (Out2009)
8,4% (Set2009)
8% (Ago2009)
8,5% (Jul2009)


Salário Mínimo:
1200 bolívares (206 / 461 euros) - (Jan2010)
967,50 Bolívares (313 Euros) - (Dez2009)


Índice de Pobreza: 24% (55% em 2003)
Índice de Pobreza Extrema: 7% (25% em 2003)


Mortalidade Infantil: 13,7 por cada 1.000 nascimentos (em 1998 era 26)

Esperança média de vida - 74 anos (72 em 1998)